Isso mesmo, nos anos anteriores os modelos mais vistos eram mais artísticos e dramáticos, já na mostra da Euroluce, no Design Week Milão 2019, a tendência apresentada foi o minimalismo.

Nesses modelos minimalistas o destaque é a luz em si, com toda gama de efeitos possíveis que este recurso oferece à decoração.

Claro que há lançamentos de lustres imponentes, em cristal e vidro, mas as marcas mais importantes, em parceria com os principais nomes do design mundial, apostaram nas linhas mais puras, com grande influência da arquitetura, da ciência e da física. Pode-se perceber um retorno ao estudo do conceito de luz, fenômeno físico e que se traduz nas luminárias de forma artística e poética, fazendo absoluta diferença no conjunto das composições de ambientes. Apesar de o minimalismo ficar como o principal recado há outras influências e movimentos nos lançamentos de luminária.

Deixe uma resposta